Compliance

Descrição do Projeto

Do inglês “to comply“, compliance significa agir em conformidade com a Legislação, as regra, as normas e os procedimentos definidos. Além disso, o programa objetiva criar controles através de uma política de conduta clara e simples, visando a prevenção, identificação e adequação de ocorrências não desejáveis.

Tudo começa com a Avaliação dos Riscos que, obviamente, deve levar em consideração o porte, a infraestrutura, o quadro de funcionários entre outros, para obtenção do retrato mais fiel possível da realidade. Riscos são eventos potenciais, não certos. Portanto é muito importante conhecer a realidade de cada condomínio.

A implantação de um Programa de Compliance em um condomínio pode durar de 12 a 18 meses, mas os resultados são extremamente relevantes e indefinidos, se aplicados os procedimentos de manutenção periódica do programa. Através do Código de Conduta, procura-se garantir que todos os gestores, além da administradora, fornecedores e condôminos, estejam cientes e de acordo da necessidade de se evitar desvios de conduta que podem comprometer a integridade de todo o trabalho aplicado à gestão condominial.

Da mesma forma, dentro do Programa de Compliance, existe ainda a previsão da “Due Diligence” (Avaliação prévia) dos fornecedores. Afinal, de nada adianta estar com seu condomínio em conformidade às leis, se seus principais fornecedores não acompanham essa postura.

Um mecanismo que permita o reporte anônimo de denuncias de condutas, ou suspeita de condutas, inadequadas faz parte da implantação do Programa também. Isso irá fornecer um canal importante de alerta sobre possíveis alvos de investigação e resposta para garantir a conformidade. Funcionários, fornecedores e condôminos são essenciais nesse monitoramento que envolve a todos.

E finalmente a Auditoria que visa garantir a manutenção e a confiabilidade do Programa. Esse mecanismo permite a medição da eficácia das ações adotadas. Afinal, o que não se mede, não se gerencia.

Voltar para o topo